Cientistas norte-americanos criaram uma "célula-zumbi"

Os cientistas norte-americanos conseguiram criar um célula que fica viva mesmo depois da morte.
cientistas, microbiologia, EUA
EPA

Os cientistas norte-americanos conseguiram criar um célula que fica viva mesmo depois da morte.

Por mais paradoxal que seja, a célula morta distingue-se por sua vitalidade. Por exemplo, ela pode tolerar uma pressão mais forte e uma temperatura mais alta do que a comum.
Graças a esta descoberta, os cientistas poderão agora preservar o material orgânico para um prazo mais longo. A "célula-zumbi" foi descoberta por cientistas da Universidade do Novo México, que acreditam que esta tecnologia será particularmente útil em nanotecnologia e produção industrial.

http://portuguese.ruvr.ru/2013_02_23/Cientistas-norte-americanos-criaram-uma-c-lula-zumbi/



Aqui em baixo outra materia sobre o assunto





São Paulo – Biólogos americanos criaram células zumbis. Elas conseguem trabalhar depois de mortas e ainda desempenham algumas funções melhor do que quando estavam vivas.
Os cientistas envolvidos no experimento são do Laboratório Nacional de Sandia, da Universidade do Novo México. Os pesquisadores revestiram células orgânicas em ácido silícico para que elas conseguissem sobreviver em temperaturas e pressões extremamente elevadas. As células foram embalsamadas com o ácido até um nível nanométrico. Isso permitiu criar uma réplica quase perfeita de sua estrutura.

Quando a célula revestida com o ácido foi aquecida e alcançou a temperatura de 400 º C, sua parte orgânica evaporou. A solução permaneceu como uma réplica da célula viva anteriormente.
Os cientistas acreditam que a técnica para criar as células

Portanto, após o processo, a célula zumbi continuou trabalhando, mesmo depois de sua parte orgânica morrer. Por conseguir sobreviver em condições adversas, essas células puderam executar suas funções com mais precisão do que quando estavam vivas.zumbis pode ser o futuro da nanotecnologia. O processo poderá ser usada comercialmente, na indústria de células de combustível, tecnologia de sensores ou descontaminação.


Share on Google Plus

Sobre: Adrien Marinho

Adrien Marinho . Sou agnóstico teísta, formado em direito, publicidade. Sei desenhar, tocar guitarra, bateria e tenho TDAH. O motivo do site é o mesmo da pagina, alertar as pessoas com mais detalhes e conteúdo sobre as informações camufladas pela televisão e mídia num modo geral. Explicando com mais detalhes os escândalos envolvendo vacina, remédio, alimentação, Projeto Blue Beam , Iluminati. e tudo que se encontra oculto em nossa sociedade.
    Comentário no Blogger
    Comentário no Facebook

0 comentários: