Facebook finalmente admite que rastreia usuário e não-Usuário em toda web


Em uma série de entrevistas com a USAToday, o Facebook finalmente revelou como rastreia os usuários e não-usuários em toda a web, reunindo grande quantidade de dados e como ele faz isso. Diz ABCNews / USAToday:

Funcionários do Facebook estão agora reconhecendo que a gigante mídia social tem sido capaz de criar um log de execução das páginas da web que cada um de seus 800 milhões de membros tem acessado ou assim tem visitado nos últimos 90 dias. O Facebook também tenta rastrear de onde milhões de não membros da rede social vão na Web, depois de visitar uma página do Facebook na web, por qualquer motivo que seja.

Alegações do Comissário de Proteção de Dados da Irlanda diz que o Facebook estava criando "perfis sombra" de não-usuários que foram inicialmente refutada pelo porta-voz do Facebook, Andrew Noyes, que afirmou categoricamente que "As alegações são falsas".

Mas o porta-voz do Facebook Barry Schnitt, diretor de engenharia Arturo Bejar, gerente de engenharia Gregg Stefancik, porta-voz corporativo Jaime Schöpflin, e Noyes já revelaram  a extensão do monitoramento da empresa. Como se pensava anteriormente, o Facebook está usando cookies para rastrear qualquer pessoa que visite uma página Facebook.com.

Deste ponto em diante, cada vez que você visita uma página web de terceiros que tem um Facebook como botão,  o plug-in funciona em conjunto com o cookie para alertar Facebook da data, horário e endereço da Web a página da web que você clicou. As características únicas do seu PC e do navegador, como seu endereço IP, resolução de tela, sistema operacional e versão do navegador, também são registrados.

O Facebook, assim, compila um log de execução de todas as suas visitas webpage por 90 dias, continuamente exclui entradas para dias mais antigos e adicionando mais recente para este registo.

Isto significa que o Facebook pode descobrir quais as páginas da web que seus membros específicos visitam depois de terem se registrado, mas Bejar diz que o Facebook não faz isso e "não poderia fazê-lo sem alguma forma de consentimento e divulgação."

A ideia que temos de confiar apenas no Facebook para não agir de forma antiética com os dados que recolhe é risível, sobretudo tendo em conta a atitude do Facebook laissez-faire passado para a privacidade de seus usuários.

O Facebook já está sendo investigado pela Comissão de Comércio Federal sobre o uso de cookies, entre outras coisas, mas podem enfrentar maiores questionamentos no Senado dos EUA, relatórios ZDNET:

[EUA] O senador Jay Rockefeller, presidente do Comércio, Ciência e Transporte Comitê, disse hoje que iria realizar uma audiência para investigar relatos de que o Facebook está usando cookies para rastrear usuários, mesmo depois de sair do serviço.

"Nenhuma empresa deve acompanhar os clientes sem o seu conhecimento ou consentimento, especialmente uma empresa com 800 milhões de usuários e um tesouro de dados pessoais exclusivos de seus usuários", [disse ele].

Mesmo se você não é um membro do Facebook, é difícil de evitar acabar no site de vez em quando, e é certamente impossível evitar entrar em sites com o plug-ins e botões do Facebook. O botão 'Like' é agora tão difundido que tentar evitá-lo seria necessário dar-se na web completamente.

Existem ferramentas que ajudam a proteger os usuários da vigilância do Facebook, como Priv3, Ghostery e Adblock Plus, mas eu arriscaria um palpite de que a maioria dos usuários não sabe sobre eles, usam navegadores que não suportam tais plug-ins, ou simplesmente não acredito que seja um problema.

Esta última confissão do Facebook faz a pergunta: Que tipo de comportamento antiético levará os usuários do Facebook a se rebelar? O Facebook está a funcionar com base no que ele pode muito bem sair com qualquer coisa e, infelizmente, isso parece ser mais verdadeiro. Seus usuários não parecem se importar, deixando aos reguladores e políticos para manter a conta da empresa. O que poderia dar errado com isso?
http://www.firstpost.com/tech/faceb ook-finally-admits-to-tracking-non-users -133684.html

Share on Google Plus

Sobre: Adrien Marinho

Adrien Marinho . Sou agnóstico teísta, formado em direito, publicidade. Sei desenhar, tocar guitarra, bateria e tenho TDAH. O motivo do site é o mesmo da pagina, alertar as pessoas com mais detalhes e conteúdo sobre as informações camufladas pela televisão e mídia num modo geral. Explicando com mais detalhes os escândalos envolvendo vacina, remédio, alimentação, Projeto Blue Beam , Iluminati. e tudo que se encontra oculto em nossa sociedade.
    Comentário no Blogger
    Comentário no Facebook

0 comentários: