Japão emite aviso de tsunami de até 1 metro para toda a costa do Pacífico



Tóquio- A Agência Meteorológica do Japão emitiu às 3h desta sexta-feira um aviso de tsunami para toda a costa do Pacífico, quase um dia após o terremoto de magnitude 8,3 ter sido registrado no Chile.
Segundo a Agência, o tsunami poderá ter até um metro e deverá chegar primeiro em Hokkaido por volta das 5h, atingindo outras regiões do país nas duas horas seguintes. As autoridades disseram que os horários são aproximados e o tsunami pode avançar várias vezes para as áreas incluídas no aviso. Além disso, coincide com a maré alta, o que pode tornar as ondas mais altas. Algumas cidades no litoral emitiram avisos ou ordens de evacuação e prepararam abrigos para moradores que desejarem sair das regiões de risco. A Agência alertou a população para que não se aproxime do mar até que o aviso de tsunami seja retirado. Horários aproximados para a chegada do tsunami:

5h - Hokkaido
5h30 - Aomori, Iwate, Miyagi, Ibaraki, Chiba, Ogasawara
6h - Fukushima, Tóquio, ilhas Izu, Kanagawa, Shizuoka
6h30 - Aichi, Mie, Wakayama, Kochi
7h - Tokushima, Ehime, Oita, Miyazaki, Tanegashima, Yakushima, Daitojima
7h30 - Kagoshima, Okinawa
  Situação no Chile

Fortes tremores secundários abalaram o Chile na quinta-feira, depois do terremoto de 8,3 ter matado pelo menos oito pessoas e provocado ondas enormes em cidades costeiras, forçando mais de um milhão de pessoas a deixar suas casas.

Após o forte terremoto atingir o país, às 7h54 de quinta (horário de Tóquio), o governo ordenou a remoção da população das zonas costeiras para evitar a repetição de um trágico sismo em 2010, quando as autoridades reagiram com lentidão no aviso sobre um tsunami que matou centenas de pessoas.

Como o risco diminuiu, o governo chileno retirou o alerta de tsunami na noite de quinta-feira.
O terremoto e as ondas que se seguiram causaram inundações em cidades costeiras, danificaram edificações e derrubaram a energia elétrica nas áreas mais atingidas da região central do Chile, além de sacudir os prédios na capital, Santiago, cerca de 280 quilômetros ao sul.

O sismo chegou a ser sentido em São Paulo e Buenos Aires, entre outras cidades de países vizinhos.
O porto de Coquimbo sofreu grandes danos no terremoto, o mais forte do mundo este ano, disse o ministro do Interior, Jorge Burgos, em entrevista coletiva.

A presidente Michelle Bachelet anunciou que planeja viajar para as áreas mais afetadas pelo terremoto, o maior a atingir o país desde 2010. "Mais uma vez estamos tendo que lidar com outro duro golpe da natureza", disse ela em um pronunciamento televisionado.

O Chile é o maior produtor de cobre do mundo. As atividades foram suspensas em duas grandes minas de cobre. Os preços do metal na London Metal Exchange subiram para seu ponto mais alto em dois meses de negociação da Ásia em razão das preocupações com rupturas no abastecimento.

"Foi horrível. Corremos para fora de casa com os nossos netos e agora estamos em uma colina na esperança de que vá acabar logo", disse María Angelica Leiva, da cidade costeira de Navidad. "Está tudo muito escuro, e nós só esperamos que o mar não tenha alcançado nossa casa."

Foto: Agência Meteorológica do Japãohttp://www.alternativa.co.jp/Noticia/View/48641/Japao-emite-aviso-de-tsunami-de-ate-1m-para-toda-a-costa-do-Pacifico





Share on Google Plus

Sobre: Adrien marinho 2

Adrien Marinho . Sou agnóstico teísta, formado em direito, publicidade. Sei desenhar, tocar guitarra, bateria e tenho TDAH. O motivo do site é o mesmo da pagina, alertar as pessoas com mais detalhes e conteúdo sobre as informações camufladas pela televisão e mídia num modo geral. Explicando com mais detalhes os escândalos envolvendo vacina, remédio, alimentação, Projeto Blue Beam , Iluminati. e tudo que se encontra oculto em nossa sociedade.
    Comentário no Blogger
    Comentário no Facebook

0 comentários: