Bola de Fogo cruza o céu do Rio de Janeiro, o forte clarão assustou moradores que foram acordados com um clarão adentrando suas residências

Por volta das 02:00 na madrugada do Rio de Janeiro um forte clarão assustou moradores que foram acordados com um clarão adentrando suas residências. Depois do Brilho ocorreram 2 clarões azuis e 1 Vermelho acompanhado de fortes explosões. O Fenômeno pode ser visto em diversos bairros da capital do RJ.
Segundo astrônomo, fragmentos caíram a 200 quilômetros da costa. Estação em São Sebastião (SP) também registrou fenômeno no céu.
O meteoro foi visto cruzando o céu do Rio de Janeiro e de outras cidades da Região Sudeste, na madrugada desta sexta-feira (16). Muitas pessoas conseguiram ver um clarão no céu e alguns observatórios registraram o fenômeno.
Em entrevista ao G1, o astrônomo Marcelo de Cicco, coordenador do projeto Exoss, uma organização sem fins lucrativos que estuda meteoros, informou que o meteoro passou em alta velocidade pela atmosfera terrestre sobre o Rio, caindo no oceano a cerca de 200 quilômetros da costa.
"Estamos avaliando ainda e não tenho dados conclusivos, mas acredito que pode ter sido um meteoro de cerca de um quilo, não era pequeno", disse.
Ele explicou recebeu cerca de 30 relatos de pessoas que viram o fenômeno em diversas partes do Rio ( Seropédica, Botafogo, Barra da Tijuca, Jacarepaguá)  e ainda regiões do Sul do estado. Segundo o astrônomo, a luz provocada pelo objeto também foi vista em alguns locais de Minas Gerais, São Paulo e Santa Catarina.
Fonte G1 e Painel Global
Share on Google Plus

Sobre: Adrien marinho II

Adrien Marinho . Sou agnóstico teísta, formado em direito, publicidade. Sei desenhar, tocar guitarra, bateria e tenho TDAH. O motivo do site é o mesmo da pagina, alertar as pessoas com mais detalhes e conteúdo sobre as informações camufladas pela televisão e mídia num modo geral. Explicando com mais detalhes os escândalos envolvendo vacina, remédio, alimentação, Projeto Blue Beam , Iluminati. e tudo que se encontra oculto em nossa sociedade.
    Comentário no Blogger
    Comentário no Facebook

0 comentários: