Como o Relatório Minoritário previu o futuro com uma exactidão surpreendente


Enquanto ainda não sabemos que impacto terá na sociedade a nova série de TV “Relatório Minoritário”, existe no entanto pouca dúvida de que o filme original de 2002 teve um grande impacto na tecnologia. Um número de avanços tecnológicos futuros, exibidos em “Relatório Minoritário”, são agora uma realidade de alguma forma ou de outra e, é difícil afirmar se é por causa do uso de cientistas nos filmes em prever o que viria a acontecer, ou por causa dos cientistas de hoje serem influenciados pelo filme. De qualquer forma, a visão do filme para 2054 está cada vez mais exacta todos os dias.

Antes de fazer o filme, Steven Spielberg reuniu uma equipa de pelo menos 16 cientistas. A sua tarefa? Propor uma visão realística de como seria o mundo em 2054. Como estás prestes a ver, a equipa, que incluía investigadores do MIT e DARPA, realmente acertaram em cheio.
Aqui estão algumas tecnologias que o Relatório Minoritário previu que existem hoje.

Interfaces de controlo por gesto


A primeira coisa que vem à mente da maioria das pessoas quando pensam em Relatório Minoritário é a imagem de Tom Cruise a usar as mãos para administrar dados através de um ecrã sem nunca tocá-lo. E agora temos a capacidade de fazer isso. Em 2010 a Microsoft revelou o seu sistema Kinect baseado em gestos para a X-Box 360 e, a tecnologia desde então, expandiu-se para ser usada em outras áreas. E, ao contrário do dispositivo do Tom Cruise, as luvas não são necessárias.

Carros sem condutor

Como o Relatório Minoritário previu o futuro com uma exactidão surpreendente 3
Quem poderia esquecer a cena em que Cruise percorre, fora de um veículo, numa autoestrada de carros sem condutores? Uma cena como esta poderia acontecer mais cedo do que esperamos caso a Google consiga o que deseja. O gigante tecnológico tem feito experiências com os seus carros autônomos há algum tempo e já registrou mais de um milhão de milhas na estrada. Agora, com fabricantes de automóveis atuais como a Audi e Tesla que entram no jogo da condução-automatica, o futuro está aqui.

Publicidade personalizada

Lembras-te quando Tom Cruise entra numa loja da Gap no Relatório Minoritário e um anúncio o confunde com outro homem (cujos olhos ele está a usar) e pergunta-lhe se ele quer comprar mais da mesma camisa? Este tipo de publicidade personalizada já tem acontecido connosco todos os dias, mas felizmente só para o nosso “Eu” virtual. Já reparaste que depois de pesquisares algo, digamos um carro que te interessa, começas a ver os anúncios para o mesmo carro aparecendo em sites não relacionados? Não se trata de mágia, os anúncios estão baseados no seu histórico de pesquisa, mas um dia a tecnologia poderia reconhecer-te no mundo real e vasculhar o histórico de pesquisa ligado à sua identidade. Ou, quem sabe, o telefone que sempre levas contigo.

Reconhecimento facial

Como o Relatório Minoritário previu o futuro com uma exactidão surpreendente 2
Tom Cruise tem que mudar o seu rosto para não ser reconhecido pelo Relatório Minoritário e, os criminosos poderão ter que passar por tais processos no futuro para não serem apanhados. O FBI revelou recentemente o seu novo sistema de reconhecimento facial, Next Generation Identification (NGI), (Identificação de Próxima Geração) e, diz-se ser capaz de escanear e reconhecer os rostos, impressões digitais e as retinas de qualquer pessoa que esteja no seu banco de dados, o qual espera-se que tenha cerca de 52 milhões de pessoas no final do seu primeiro ano de uso. O sistema é apenas exacto cerca de 85 por cento, mas figura na lista de classificação das 50 melhores compatibilidades quando se trata de escanear alguém.

O FBI afirma que serão apenas usadas fotos de ficha policial para preencher a lista, entretanto mesmo agora não existe nenhuma lei que os impede de obter fotografias a partir das redes sociais. Portanto há um pensamento reconfortante.

Automação residencial controlada por voz




Tom Cruise entra em sua casa futurística e anuncia a sua chegada e, a casa ganha vida. Acredite ou não, você já pode equipar a sua casa com tecnologia semelhante. Espera-se que a Domótica (automação doméstica) seja um grande negócio durante os próximos anos, com a Apple, que tem se aventurado aos poucos no ano passado com o anúncio do seu Kit Caseiro para os criadores. E claro que, o controlo por voz é o ponto central da automação; controlar as luzes com o seu telefone é uma coisa, mas falar com elas é outra coisa. Várias companhias já tornaram isso uma realidade, então vá comprar algumas luzes ativadas por voz!

Via:http://prisaoplanetaria.com/2015/09/03/como-o-relatorio-minoritario-previu-o-futuro-com-uma-exactidao-surpreendente/
Fontes:

Share on Google Plus

Sobre: Adrien marinho II

Adrien Marinho . Sou agnóstico teísta, formado em direito, publicidade. Sei desenhar, tocar guitarra, bateria e tenho TDAH. O motivo do site é o mesmo da pagina, alertar as pessoas com mais detalhes e conteúdo sobre as informações camufladas pela televisão e mídia num modo geral. Explicando com mais detalhes os escândalos envolvendo vacina, remédio, alimentação, Projeto Blue Beam , Iluminati. e tudo que se encontra oculto em nossa sociedade.
    Comentário no Blogger
    Comentário no Facebook

0 comentários: