Um número crescente de pessoas que acreditam que a Seca na Califórnia é uma conspiração do governo americano


HÁ UM CRESCENTE MOVIMENTO CLANDESTINO, DE PESSOAS QUE ACREDITAM QUE A SECA NA CALIFÓRNIA É PARTE DE UMA CONSPIRAÇÃO DO GOVERNO, EM VEZ DE UM EVENTO QUE OCORRE NATURALMENTE COM A FALTA DE CHUVA DURANTE OS ÚLTIMOS QUATRO ANOS.

HÁ UM crescente movimento clandestino,



"Engenharia climática é a maior agressão ao meio ambiente já lançado pela humanidade, sem dúvida", disse ele.

 Wigington, investigador da ligação para a geoengenharia Watch, faz soar o alarme. "É uma responsabilidade  não é uma opção, é uma obrigação", disse ele.

Líder do movimento, Dane Wigington, diz que ele está colocando sua vida em risco para revelar uma verdade que vai abalar a sociedade ao seu núcleo.

Do lado de fora, é claro, as centenas, mostrando-se bater um ritmo diferente. Mas entrar em um auditório lotado é como entrar em outro mundo. Ideias bizarras como guerra do tempo e engenharia do clima — em outras palavras, controle do tempo — são aceitos como base 

"Falar é fácil para aqueles que não têm investigado. Eu não queria acreditar nisso também ", disse ele.
Sua formação é em energia solar, mas ele começou a investigar por conta própria cerca de uma década depois de se tornar suspeito. que algo estava bloqueando parcialmente a energia do sol de chegar a sua casa solar.
Ele decidiu ir a público.

"Eu não posso fazer isso. É a última coisa que eu sempre quis fazer. Eu não sou uma pessoa política, eu não sou um ativista, eu sou simplesmente um pai que quer que seus filhos tenham um futuro ", disse ele.

Seu grupo está ganhando mais atenção. Mais de 1.000 pessoas compareceram em Redding de todo o país. O painel incluiu um ex California Fish and Game biólogo, um ex-biólogo Serviço Florestal dos EUA e um veterano da Marinha dos EUA.

"Eu falei com cientistas da NOAA cara-a-cara que me disse off the record eles sabem que isso está acontecendo, mas eles estão com medo de falar porque não têm proteção da Primeira Emenda. Estive que o campo com os cientistas do solo do USDA, mesmo. Eu tenho dito por representantes do congresso, os mesmos ", disse ele.

O movimento subterrâneo tem mais de sua parcela de críticos, incluindo cientistas que negar provimento aos pedidos de controle do tempo como pseudociência e teoria da conspiração conversa sem evidência confiável.

"As coisas negativas que gostaria de encontrar razões e teorias da conspiração são uma das maneiras de tentar e encontrar uma razão para isso, quando nós não entendemos completamente o que está acontecendo", disse Kyaw Tha Paw U.

Kyaw Tha Paw U é professor UC Davis de ciência atmosférica e Biometeorologia com graus do MIT e Yale.

Seu grupo está ganhando mais atenção. Mais de 1.000 pessoas compareceram em Redding de todo o país. O painel incluiu um ex  biologo da California Fish and Game, um ex-biólogo Serviço Florestal dos EUA e um veterano da Marinha dos EUA.

A Força Aérea dos EUA realmente mantém uma divisão separada em seu ramo conhecido como a (Air Force Weather Agency) Agência do Clima da força aérea”. Sua missão é a modificação do CLIMA.
A Força Aérea (USAF) tem a solução para a seca na Califórnia
Desde a sua primeira publicação, “Controlando o CLIMA 2025“ e “O clima como multiplicador de força , ambos publicados em 1996, a Força Aérea dos EUA tornou claro que ela tem a capacidade de controlar o CLIMA na medida em que os seus documentos admitiram que seus cientistas podem provocar tanto mudanças climáticas e terremotos (ver Quadro 2 no Anexo). Antes de empinar o seu nariz para cima e voltar a ouvir a frase a que tantos estão sendo condicionados, “Você deve ser um teórico da conspiração”, eu publiquei bibliografia comentada da Força Aérea sobre este assunto de modificação do clima que está listado abaixo no apêndice (ver Quadro 1).


O logo da “Air Force Weather Agency”. Esta agência tem a capacidade de “consertar” as condições de seca extrema da Califórnia (ver Figura 3 do Apêndice).
Eu me atrevo a incitar qualquer pessoa razoável a ler os dados constantes do Anexo e não ser capaz de concluir que a seca existente na Califórnia, agora no Arizona, e também já atingindo o Novo México e Nevada e et al, na região do sudoeste dos EUA, não está sendo manipulada e criada artificialmente.

A Força Aérea dos EUA realmente mantém uma divisão separada em seu ramo conhecido como a (Air Force Weather Agency) Agência do Clima da força aérea”. Sua missão é a modificação do CLIMA.
Eu vou parar de acusar esta agência do governo, via Força Aérea de ter criado as condições de seca na região citada (Sudoeste). Embora, seja um caso circunstancial o de que grande capital político e muito dinheiro está em jogo na atual seca extrema da Califórnia. Além disso, a Força Aérea tem claramente a capacidade de mitigar essa situação. (Ver Anexos 1,2,3 localizados no Apêndice).
Além disso, os cidadãos da Califórnia pagam seus impostos para o governo federal que, por sua vez, supervisiona a Força Aérea? Então por que não estão sendo usados todos os recursos da Agência do clima da USAF que poderia mitigar esta crise? Além disso, por que não é executado um programa massivo de semeação de nuvens a ser implementado nas montanhas da Califórnia?
Eu cresci no  Colorado e quando a temporada de esqui foi adiada pela falta de neve, o estado simplesmente “semeou” as nuvens para agilizar o processo. Se isso funcionou no Colorado, no século 20, então por que não trabalhar do mesmo modo na Califórnia no século 21? A resposta é simples, porque esse não é o plano e resultado DESEJADO.

O controle de CHEMTRAILS e HAARP SÃO OS CULPADOS, DIZ WIGINGTON

Ele alega que o trémulo vídeo é parte de uma montanha de evidências que mostram  que as forças sombrias do governo estão usando aviões para pulverizar secretamente partículas finas de metais pesados, como o alumínio no céu. 

" A lista de material corroborando que temos é imensa, incluindo testes de laboratório que prova os mesmos elementos nomeados em patentes de geoengenharia  — alumínio, bário e outros metais pesados ​​estão chovendo sobre nós em grande quantidade", disse ele.
Se você é cético, isso não vai ajudar,  ele afirma que a pulverização que está acontecendo ao largo da costa da Califórnia vem com um efeito colateral extremamente grave. 

FORÇA AÉREA DOS EUA ADMITE UTILIZAÇÃO HAARP PARA MODIFICAÇÃO DO TEMPO EM AUDIÊNCIA DEFESA:
Hmmm, parece que a idéia de controlar o clima não é tão louco, afinal. Na verdade, isso é exatamente o HAARP foi criado para fazer. Eles admitem livremente controlar o clima nesta investigação do Congresso.

Em outras palavras, engenharia climática, dizem eles, é a culpa pela mais severa seca registrada na história da Califórnia.
"Ninguém tem o direito de fazer isso. Ninguém tem o direito de brincar de Deus com o tempo ", disse ele.

O VILÃO OCULTO POR TRÁS DAS CATÁSTROFES CLIMÁTICAS

“Nunca se viu nada igual. Alguns dos maiores lagos e rios do mundo estão simplesmente secando. Os prejuízos contabilizam bilhões em dinheiro e as perdas materiais são incalculáveis.”
Imaginar que o clima possa estar sendo manipulado gera muito desconforto. Mas, constatar a questão é ainda pior.

 Saber que terremotos, secas, furacões, tsunamis, etc, atualmente podem ser gerados artificialmente é apavorante. Imagine o poder BÉLICO da nação que controlar uma tecnologia deste tipo! E essa tecnologia já existe, caro leitor.

Preste atenção no que vou falar. Daqui pra frente, quando você ouvir a âncora de algum jornal noticiar efeitos climáticos descontrolados que estão ocorrendo no Brasil e no mundo, ignore quando ele fizer parecer que os culpados são o CO2, o Efeito Estufa, o El Niño ou seja lá o nome que derem, causados pela destruição que o homem causa ao meio ambiente. Os verdadeiros responsáveis querem que a humanidade pense isso para esconder os verdadeiros motivos e principalmente os objetivos dessa manipulação.

A humanidade está sendo levada a pensar que está destruindo o meio ambiente (pesquise sobre a farsa do aquecimento global), mas isso não é verdade! O objetivo é, enquanto todos pensarem que a fúria e descontrole climático é por culpa do homem, tecnologias são usadas livremente para destruir nações, economias, etc.

Mas qual o motivo disso tudo? O motivo refere-se a cumprimento de profecias. Um poder se levantará na terra e todas as nações se sujeitarão a esse poder. LITERALMENTE! Catástrofes, fome, pandemias.. tudo isso visando criar o terror sem precedente e a ânsia por um governo único. Você acreditando nisso ou não, todas essas coisas são pré-fabricadas. O clima mundial está sendo manipulado e nada deterá isso, já que o Eterno assim permitiu para julgar os povos.

O VILÃO OCULTO POR TRÁS DAS CATÁSTROFES CLIMÁTICAS
Os ambientalistas tem defendido a tese de que o AQUECIMENTO GLOBAL é o responsável pelas drásticas mudanças e catástrofes climáticas e que a razão disto estar acontecendo é a ganancia do homem em maltratar o meio ambiente, despejando gases tóxicos através da indústria, do CFC, do desmatamento, etc. No entanto ignoram solenemente que existe hoje uma TECNOLOGIA DE MANIPULAÇÃO AMBIENTAL e CLIMÁTICA, que pode até mesmo ser utilizada militarmente, que pode provocar terremotos, secas, tsunamis, furacões, enchentes!
Alguns governos assinaram tratados e convenções para a NÃO UTILIZAÇÃO destas tecnologias com fins militares, dentre estes o governo brasileiro. Mas, esteja certo, caro leitor, que estas tecnologias estão sendo usadas livremente, militarmente ou não, como denuncia vários cientistas.
Recentemente, a Rede Record, através do Programa DOMINGO ESPETACULAR do dia 11 de setembro, veiculou um documentário (postado em vídeos ao final deste artigo) baseado em dados científicos e muitos já sabem da existência e da obra do HAARP!
Fala-se muito do aquecimento global do planeta, porém, nenhuma palavra oficial sobre o principal programa norte-americano de manipulação climática. The High Frequency Active Auroral Reserch Progrom (HAARP), com sede em Gokona, Alaska, é gerado conjuntamente pela Força Aérea e a Marinha de Guerra. Esse programa existe desde 1992. É parte de uma nova geração de armas concebidas no âmbito da iniciativa de defesa estratégica, da qual é responsável a Force Reserch Laboratorys Space Vehicles Drectorate. Trata-se de um conjunto de antenas com capacidade de criar modificações na ionosfera (o nível superior da atmosfera).
Niccholas Begich, ativista contra o programa HAARP o descreve: “É uma superpoderosa tecnologia de emissão de gases radioativos que elevam as áreas da ionosfera concentrando um gás que esquenta certas áreas… Ondas eletromagnéticas surgem na terra e afetam tudo, seres vivos ou não” (Global Reserch). O cientista de renome mundial, Dr. Rosali Berthel se refere ao HAARP como um gigante aquecedor que pode causar importantes alterações na ionosfera. Para Richard Willians, físico e consultor do David Sarnoff Laboratory em Princeton, “HAARP é um ato de barbárie; os efeitos sob seu uso podem prolongar-se por muitos anos…além disso, o HAARP serve para alterar o sistema de comunicações e de radar do inimigo, pode ainda provocar apagões em regiões inteiras, interrompendo o fluxo de corrente de energia elétrica. A manipulação climática, segundo os observadores, pode ser uma arma “preventiva” por excelência.
Pode ser utilizada tanto em países inimigos como contra países amigos sem seu consentimento. Por isso, quem controle esse conhecimento técnico (como realizar um ataque climático?) poderia usar essa “informação privilegiada” para obter proveito a nível econômico e financeiro.”
UMA SECA GLOBAL?
Uma grande seca tem abalado os quatro cantos do planeta nos últimos três anos. Nunca se viu nada igual. Alguns dos maiores lagos e rios do mundo estão simplesmente secando. Os prejuízos contabilizam bilhões em dinheiro e as perdas materiais são incalculáveis. E só está começando.
Segundo a pesquisadora Simone Tilmes, o uso de tecnologias de manipulação climática, falsamente utilizadas para reduzir o aquecimento global poderiam acarretar sérias consequências para o Planeta, tais como secas devastadoras.
Estaria a geo-engenharia (HAARP) relacionada de alguma forma com essa seca mundial?
Segundo a pesquisadora Simone Tilmes, o uso de tecnologias de manipulação climática (HAARP) utilizada segundo seus criadores para reduzir o aquecimento global poderiam acarretar sérias consequências para o Planeta, tais como secas devastadoras. Dizer estar tentando resolver o problema do aquecimento através da geo-engenharia poderá inverter a situação, resultando em uma redução entre 5 e 7% nas chuvas na maioria das regiões do mundo, também em comparação com as condições pré-industriais.
Me lembrei agora do seguinte texto bíblico:
“E iraram-se as nações, e veio a tua ira, e o tempo dos mortos, para que sejam julgados, e o tempo de dares o galardão aos profetas, teus servos, e aos santos, e aos que temem o teu nome, a pequenos e a grandes,e o tempo de destruíres os que destroem a terra.” (Apocalipse 11.18) 
Percebe que, segundo a Palavra, há pessoas que destroem a terra? Mas o dia do julgamento destes irá chegar.
Globalmente, a média de precipitação poderia diminuir em cerca de 4,5%, chegando a 7% na América do Norte e no Sudeste Asiático. Segundo afirma Simone Tilmes – principal autora de um novo estudo sobre os impactos da geoengenharia – “A geoengenharia do planeta não resolve o problema. Este estudo internacional foi coordenado por cientistas do Centro Nacional de Pesquisa Atmosférica (NCAR) dos Estados Unidos, e chegou a conclusões parecidas com um trabalho feito por uma equipe europeia em 2012. Muitos cientistas têm defendido abordagens de geoengenharia para reduzir o enganoso aquecimento futuro, amparados na crescente preocupação com as mudanças climáticas. Este novo estudo, no entanto, demonstra que a engenharia do clima pode ser muito prejudicial para o planeta.”
São vários os indícios de que a geoengenharia está em curso nos dias atuais. Esta seca que está assolado diversas partes do mundo desde o final do ano passado vem somente para fortalecer algo que já está admitido, mas que não foi ainda divulgado na grande mídia. Mesmo assim, fora do conhecimento comum, muitas autoridades, como o presidente do Equador, R. Correa, e o ex-chefe do FBI Ted Gunderson, já denunciaram publicamente a existência da geo-engenharia nos céus dos EUA, Canadá, Equador e Europa.
Vejamos na sequência alguns dos piores casos de seca registrados no mundo desde o final de 2013.
Uma seca contínua, que não é vista a 50 ou 100 anos, está afetando o centro e o leste da China
Uma seca contínua, que não é vista a 50 ou 100 anos, está afetando o centro e o leste da China e já secou muitos rios. Províncias rio abaixo, perto da represa das Três Gargantas, foram terrivelmente afetadas. O Rio Yangtze está secando, e o maior lago de água doce da China está praticamente seco, deixando o sistema ecológico de uma grande área à beira da calamidade.
As atividades humanas também estão sendo afetadas seriamente. A água potável e de irrigação está em falta, as plantações de arroz estão morrendo e barcos de carga estão encalhados.
O lago Poyang, o maior de água doce na China, perdeu quase 90% de seu volume em consequência da seca que castiga a bacia do Yangtze, informou nesta segunda-feira (30) o jornal South China Morning Post.
Grande parte do leito do lago é, atualmente, uma planície de barro, o que coloca em uma crítica situação as pessoas que moram em volta e dependem do Poyang para sobreviver.
A seca afeta uma bacia na qual vivem 400 milhões de pessoas, quase um terço da população chinesa, e a situação é especialmente dramática nas províncias do curso médio e baixo do rio (Anhui, Hunan, Jiangxi, Zhejiang e Jiangsu), onde as chuvas este ano foram entre 40% e 50% menores do que o normal.
De acordo com o Escritório Estatal de Controle de Inundações e Secas, a situação afeta diretamente 3,29 milhões de pessoas e 6,96 milhões de hectares de campos de cultivo, equivalentes a 5% das terras cultiváveis no país. Por este motivo, o Centro Meteorológico Nacional declarou “alerta amarelo”, já que nos próximos dias não estão previstas grandes precipitações na área afetada.
A Grande Seca na Califórnia
Oroville Lake
Não é nenhuma surpresa, realmente: os níveis de água nos reservatórios da Califórnia continuam a cair. Ainda assim, é impressionante ver a evidência de quão longe os reservatórios caíram. Na semana passada, o fotógrafo Justin Sullivan deu um passeio aéreo em alguns dos reservatórios, incluindo o Lago Oroville. Esse é o maior reservatório do Projeto de Água do Estado e o segundo maior no estado depois do Lago Shasta.
Uma seção do Lago Oroville é visto quase seco em Oroville, Califórnia., 19 de agosto de 2014
Como a grave seca na Califórnia continua por um terceiro ano consecutivo, os níveis de água em lagos e reservatórios do Estado está atingindo mínimos históricos. Lago Oroville está atualmente em 32 por cento do seu total de 3.537.577 metros Acre.
Folson Lake, a nordeste de Sacramento Califórnia, perdeu 80 por cento de sua capacidade de água em 2,5 anos. Imagens liberadas pela NASA esta semana mostram a barragem quase completa em 2011, com uma capacidade de 97 por cento e hoje ela está em 17 por cento.
O lago está tão baixo que os restos de um sítio arqueológico estão visíveis pela primeira vez em anos. O Governador Jerry Brown, declarou estado de emergência da seca, em busca de auxílio do governo federal.
A NASA está agora trabalhando com o Departamento de Recursos Hídricos da Califórnia para ajudar o Estado a gerenciar seus recursos hídricos.
Agências de água e as cidades que dependem de Folsom Lake para água estão se preparando para condições de seca contínuas e baixos níveis do lago. Eles estão exigindo que os clientes reduzam o consumo de água, alguns em até 25 por cento. Eles estão monitorando a situação diariamente, para ver os níveis de Folsom Lake em tempo real.
O Rio São Francisco
Em Minas Gerais, os rios estão secando por causa da estiagem. O São Francisco, que cruza boa parte do estado, é um dos mais afetados.
Bancos de areia estão cada vez maiores. A época é de estiagem, mas nunca se viu o velho Chico tão seco. No município de São Francisco, norte do estado, o pescador trocou a rede por uma pá e a canoa, que antes ficava cheia de peixes, agora está repleta de areia.
A seca também preocupa os agricultores de Jaíba. O município é um dos maiores polos produtores de frutas de Minas Gerais e nos seis primeiros meses deste ano, registrou apenas 137 milímetros de chuva. No mesmo período do ano passado, o total foi de 269. A irrigação das lavouras só não foi comprometida por causa de ações emergenciais.
Só de uma fazenda, toda semana saem 64 toneladas de sementes para Bahia, Minas Gerais e São Paulo. Por conta do baixo nível do rio, o gerente João Silva conta que já chegou a pagar um frete quatro vezes mais caro para escoar a produção.
São Paulo enfrenta a pior seca dos últimos 70 anos
A falta de chuva, sobretudo na região sudeste do país, tem afetado o processo industrial em diversas etapas. A economia brasileira já demonstra reflexos ao clima seco que tem
atingido a grande São Paulo, principal polo produtivo do país.
ARAÇATUBA E PEDERNEIRAS (SP) — Não é apenas a capital paulista que vive a maior crise no abastecimento de água da sua história. O rico interior do estado de São Paulo enfrenta a pior seca dos últimos 70 anos. Não chove desde o final do ano passado. O Rio Tietê baixou em até oito metros na região de Araçatuba, a 467 quilômetros de São Paulo, interrompendo há dois meses o tráfego de barcaças na Hidrovia Tietê/Paraná, uma das maiores do país, já que há lugares onde o rio está no nível zero. Com isso, não será possível escoar parte das seis milhões de toneladas de grão transportadas por ali anualmente.
A situação impede a navegação até de barcos de pescadores, agravando a crise social. Já foram demitidas três mil pessoas que trabalhavam na hidrovia na região entre Araçatuba e Barra Bonita, com 42 municípios.
Hidrovia Tietê/Paraná deu lugar a um cenário desolador. A disputa pela água atinge proporções alarmantes, pois as seis hidrelétricas na região dão prioridade ao uso da água para a produção de energia elétrica e, assim, evitar um apagão. A agricultura também sofre e as destilarias de açúcar e álcool, com quebra na safra em até 25%, já dispensaram mil trabalhadores.
Essa bacia hidrográfica atinge 223 municípios, onde moram 27 milhões de pessoas que dependem da água do Tietê para viver. O nível do rio, porém, está baixo, sobretudo porque 65 de seus afluentes estão secos ou com um fio de água, segundo levantamento de Luiz Otávio Manfré, do Departamento de Água e Energia Elétrica (DAEE), do governo de São Paulo.
Com a redução no nível do Tietê, muitos barcos não podem navegar, e os pescadores profissionais têm dificuldades para obter seu sustento do rio. O movimento em busca de barcos está tão fraco que José Carlos de Souza, de 59 anos, vendeu as quatro embarcações que tinha para alugar aos pescadores.
Alagoano, Júnior Francisco da Silva, de 32 anos, há 13 no local, acha que o clima na região está parecido com o Nordeste, onde nasceu.
— Nem parece que ali passava um rio em que a gente pescava — disse.
A situação desses 65 rios secos se agravou porque este ano só choveu 50 milímetros (mm) na região, em julho, insuficiente para reduzir o déficit hídrico na bacia do Tietê. Em 2009, chegou a chover na região 2 mm. Em 2011, choveu 1.315 mm, caindo para 1.260 mm em 2012 e para 835 mm em 2013. De outubro de 2013 até agora, só choveu 715 mm. De janeiro a março, época de chuvas no estado, nem um pingo.
Economicamente, a situação mais crítica foi a paralisação da Hidrovia Tietê/Paraná, que nasce em Goiás e vai até a Hidrelétrica de Itaipu, em Foz do Iguaçu, no Paraná, com 2,2 mil quilômetros, dos quais 800 quilômetros no estado de São Paulo. A hidrovia está paralisada desde maio, porque o Rio
Tietê baixou até oito metros em alguns trechos, inviabilizando a navegação. Com a hidrovia parada, o prejuízo é estimado em R$ 200 milhões, segundo o Departamento Hidroviário (DH).
No dia de 26 de setembro, quando o nível estava em 7,2% – sem contar a segunda cota do volume morto – 22,7 milímetros de chuva atingiram as represas, o que garantiu a estabilidade no dia 27.
RESERVATÓRIO CANTAREIRA – A grande seca que assola o Sudeste do país, a mais severa dosúltimos 50 anos, reduziu a 15% a capacidade do reservatório Cantareira, o maior do sistema de abastecimento da região metropolitana de São Paulo, responsável por 47% da água consumida pela população. O mais preocupante é que, apesar da volta gradual das chuvas, o nível dos reservatórios continuava a cair em março, tornando plausível a hipótese de um racionamento.
Nesta segunda-feira (03/10/14), a chuva sobre o sistema foi de 15,7 milímetros. A precipitação foi menor que a de domingo (2), de 19,1 milímetros. Essa chuva anterior, porém, não havia impedido a queda no nível dos reservatórios de 12,1% para 11,9% na medição desta segunda.
A chuva mais intensa de domingo não foi suficiente para fazer com que os níveis das represas aumentassem porque parte da água evaporou ou foi para a vegetação antes de chegar ao sistema.
O racionamento de água ronda São Paulo e várias metrópoles. A cultura brasileira do desperdício está com os dias contados.
No Brasil, como quase 80% da nossa energia vêm das hidrelétricas que dependem das chuvas, se chove pouco, a energia encarece. É como o preço de qualquer produto que dependa do clima, como o tomate e o feijão, por exemplo. Se a oferta cai e a procura continua, ou até aumenta, o produto fica mais caro. Nas feiras e mercados, todo mundo sabe disso. É o que tem acontecendo no Brasil. Desde o início do ano, a estiagem foi provocando a redução do nível dos reservatórios das hidrelétricas. Para poupar a água, foram acionadas as usinas térmicas, movidas a combustíveis. E essa forma de produzir energia é mais cara.
Com a HAARP é possível ao homem manipular o clima:
– Criando terremotos quando e onde forem desejados na Terra.
– Manipulando os sistemas climáticos globais, alterando os padrões do tempo, a incidência de chuvas, ou secas.
– Fazer a Terra sair de seu ciclo normal de rotação.
– Criar explosões da mesma magnitude de uma bomba nuclear, mas sem a radiação!
– E outras coisas mais…
ATUALIZAÇÃO DA SITUAÇÃO DA SECA GLOBAL (28/01/2015):
CONCLUSÃO
Preste atenção, caro leitor. Não importa quem produz ou produzirá as catástrofes, secas, terremotos, etc. Importa saber o que você está fazendo de sua vida. Importa onde está seu coração.
Existe um roteiro que está sendo seguido. O mundo será julgado e os ímpios sobre ele. Onde está seu coração?? Volte-se para o Criador e arrependa-se dos seus maus caminhos. Mude o rumo de sua vida. Largue o adultério, a mentira, a pornografia. Apegue-se ao que importa. Buscai ao Pai enquanto podemos achá-lo.
Veja o documentário abaixo produzido pela Record, no programa Domingo Espetacular:


FONTES
http://sacramento.cbslocal.com/2015/09/22/growing-number-believe-californias-drought-is-a-government-conspiracy/
CMI MIDIA INDEPENDENTE.
http://www.nowtheendbegins.com/
http://planetasustentavel.abril.com.br/noticia
http://chemtrailbrasil.blogspot.com.br/2014/08/a-seca-que-
http://olharparaofim.blogspot.com.br/201…m-mar.htmlavassala-o-mundo-nos-ultimos.html
Share on Google Plus

Sobre: Adrien marinho 2

Adrien Marinho . Sou agnóstico teísta, formado em direito, publicidade. Sei desenhar, tocar guitarra, bateria e tenho TDAH. O motivo do site é o mesmo da pagina, alertar as pessoas com mais detalhes e conteúdo sobre as informações camufladas pela televisão e mídia num modo geral. Explicando com mais detalhes os escândalos envolvendo vacina, remédio, alimentação, Projeto Blue Beam , Iluminati. e tudo que se encontra oculto em nossa sociedade.
    Comentário no Blogger
    Comentário no Facebook

0 comentários: