Chile congela salários de políticos como sinal de austeridade

A medida promoverá uma economia de 70 milhões de pesos chilenos (pouco mais de 400 mil reais) aos cofres públicos (Foto: AFP)
Em meio à desaceleração econômica e à previsão de menor arrecadação de impostos, o governo do Chile anunciou nesta segunda-feira (21) que vai congelar os salários dos 200 funcionários do governo mais bem remunerados como um sinal de austeridade. A presidente Michelle Bachelet, ministros, deputados, senadores e lideranças regionais também abrirão mão do reajuste de 4,5% que seria aplicado em 1º de dezembro.
A medida promoverá uma economia de 70 milhões de pesos chilenos (pouco mais de 400 mil reais) aos cofres públicos. Mas tem forte impacto em um momento em que a classe política do país atravessa uma crise de confiança devido a escândalos de corrupção que alcançaram até a família presidencial. A proposta nasceu dentro do Parlamento, que se propôs ainda a criar uma comissão para estudar a mudança permanente da legislação que prevê reajustes anuais a deputados e senadores.
Segundo previsão da Cepal (Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe), o Chile deverá crescer 2,5% neste ano, como resultado da queda dos preços das matérias-primas que exporta, como o cobre.
http://www.osul.com.br/chile-congela-salarios-de-politicos-como-sinal-de-austeridade/
Share on Google Plus

Sobre: Adrien Marinho

Adrien Marinho . Sou agnóstico teísta, formado em direito, publicidade. Sei desenhar, tocar guitarra, bateria e tenho TDAH. O motivo do site é o mesmo da pagina, alertar as pessoas com mais detalhes e conteúdo sobre as informações camufladas pela televisão e mídia num modo geral. Explicando com mais detalhes os escândalos envolvendo vacina, remédio, alimentação, Projeto Blue Beam , Iluminati. e tudo que se encontra oculto em nossa sociedade.
    Comentário no Blogger
    Comentário no Facebook

0 comentários: