Crianças inteligentes estão isentas de vacinas na Austrália.


Um programa escolar para estudantes dotados está oferecendo formulários de isenção de vacinação e pedindo aos mesmos evitar o Wi-Fi nas escolas, afirmando que as crianças dotadas têm “conexões neuronais adicionais” que os fazem mais suscetíveis a reações alérgicas.
Pat Slattery, a fundadora de WiseOnes, um popular programa para estudantes “dotados” que trabalha nas escolas do Estado de Victoria, publicou em sua página web que as crianças dotadas possuem “sensibilidade extra aos alimentos ou produtos químicos” e são propensas a desenvolver reações as vacinas negativas para a saúde.
Em um post que desde então foi eliminado, aparece a informação que vincula vacinas com o autismo, e diz aos pais por e-mail que solicitem um formulário de isenção de vacinação.
“Estou preocupada porque sabemos que a quantidade de crianças dotadas são mais sensíveis devido a suas conexões neurológicas adicionais. Dar-lhes neurotoxinas parece ilógico. Estou disposta a ajudar a educar os filhos daqueles que recusam as vacinas”, escreve.
O programa pretende trabalhar com 30 escolas de Victoria, que se enumeram no site, enquanto que a Sra. Pat Slattery está pensando em ampliar o programa de Nova Gales do Sul e Queensland. A Sra. Slattery trabalha com outros professores para implantar o programa nas escolas.
Share on Google Plus

Sobre: Thais de Deus

Adrien Marinho . Sou agnóstico teísta, formado em direito, publicidade. Sei desenhar, tocar guitarra, bateria e tenho TDAH. O motivo do site é o mesmo da pagina, alertar as pessoas com mais detalhes e conteúdo sobre as informações camufladas pela televisão e mídia num modo geral. Explicando com mais detalhes os escândalos envolvendo vacina, remédio, alimentação, Projeto Blue Beam , Iluminati. e tudo que se encontra oculto em nossa sociedade.
    Comentário no Blogger
    Comentário no Facebook

0 comentários: