DOENÇA QUE CONSOME CARNE PODE SE ESPALHAR PARA AMÉRICA E EUROPA



A doença tropical carnívora assola  devastadamente pela guerra no Oriente Médio, após a destruição que o Estado Islâmico causou, criou as condições ideais de reprodução.

A doença parasitária chamada Leishmaniose Cutânea é causada por picadas de minúsculos insetos infectados que prosperam nas condições precárias deixadas no rastro de terror e conflitos do Estado islâmico.
Milhares de casos já foram relatados. Anteriormente, foi contido na Síria, mas se espalhou para a Turquia, Líbano e Jordânia depois de mais que quatro milhões de sírios fugiram de lá.
Com os mesmos migrantes agora dirigindo para a Europa em seus milhões, poderia ser apenas uma questão de tempo antes que ela atinja o Ocidente.
A doença pode matar se não for tratada, e cria feridas abertas na pele, hemorragias nasais e dificuldades de respiração e deglutição. Os sobreviventes muitas vezes ficam com cicatrizes horríveis.
O Crescente Vermelho curda tinha afirmado previamente que corpos em decomposição despejados nas ruas por combatentes do Estado Islâmico estavam contribuindo para a disseminação da doença. Cientistas da Escola de Medicina Tropical têm contestado esta afirmação.
O número de casos subiu de apenas seis em 2012, a milhares em apenas um ano mais tarde. Os Centros para o Controle e Prevenção de Doenças relatou que a doença começou recentemente a florescer nos países vizinhos da Síria.
Dr. Waleed Al-Salem, do Liverpool School of Tropical Medicine, disse ao MailOnline :
"É uma situação muito ruim. A doença se espalhou de forma dramática na Síria, mas também em países como o Iraque, Líbano, Turquia e até mesmo no sul da Europa com os refugiados chegando.
"Há milhares de casos na região, mas ainda é subestimado porque ninguém pode contar o número exato de pessoas afetadas.
"Quando as pessoas são picadas por mosquitos-pólvora - que são minúsculos e menor que um mosquito - que pode levar para ter infecção entre dois a seis meses.
"Alguém pode ter pego na Síria, e podem ter fugido para o Líbano ou Turquia, ou mesmo para a Europa, onde procuram refúgio.
"Antes da eclosão da guerra houve um bom controle de doenças, parasitas e moscas de areia, mas quando o conflito começou ninguém se importava, as condições pioraram e o sistema de saúde quebrou, o que criou um ambiente ideal para surtos de doenças."
Fonte: http://www.breitbart.com/london/2016/05/30/graphic-pics-migrants-fleeing-islamic-state-bringing-deadly-flesh-eating-disease-to-europe/
Via: Inforwarsbrasil


Share on Google Plus

Sobre: Thais de Deus

Adrien Marinho . Sou agnóstico teísta, formado em direito, publicidade. Sei desenhar, tocar guitarra, bateria e tenho TDAH. O motivo do site é o mesmo da pagina, alertar as pessoas com mais detalhes e conteúdo sobre as informações camufladas pela televisão e mídia num modo geral. Explicando com mais detalhes os escândalos envolvendo vacina, remédio, alimentação, Projeto Blue Beam , Iluminati. e tudo que se encontra oculto em nossa sociedade.
    Comentário no Blogger
    Comentário no Facebook

0 comentários: