Força aérea dos EUA planeja bombardear o céu com plasma




A Força Aérea americana planeja detonar bombas de plasma nas camadas superiores da atmosfera com a ajuda de micro-satélites com o objetivo de melhorar a qualidade dos sinais de rádio em longas distâncias. 

À noite, as ondas de rádio alcançam maiores distâncias que durante as horas do dia e isso se deve às mudanças na ionosfera que aumentam a densidade das partículas carregadas, o que facilita a transmissão dos sinais. 

O projeto da Força Aérea americana planeja utilizar CubeSats - um tipo de satélite em miniatura - para transportar um gás ionizado diretamente para a ionosfera. 

Este projeto não apenas aumentará o alcance dos sinais de rádio, mas também reduzirá os efeitos nocivos do "vento solar" nos sistemas de GPS. Além disso, este sistema poderia ajudar a bloquear as comunicações dos satélites de outras nações. No entanto, o ambicioso projeto enfrenta dois grandes problemas.

A primeira dificuldade é construir um gerador de plasma suficientemente pequeno para caber em um micro-satélite, enquanto que o segundo problema é a complexidade de calcular a difusão do plasma necessário na atmosfera. A manipulação da ionosfera não é uma ideia inédita.

De fato, o Programa de Investigação de Aurora Ativa de Alta Frequência - HAARP - também estimula a ionosfera com radiação a partir de diversas antenas terrestres para gerar o plasma. 

FONTE: http://www.infowarsbrasil.org/2016/08/forca-aerea-dos-eua-planeja-bombardear.html

Share on Google Plus

Sobre: Adrien marinho II

Adrien Marinho . Sou agnóstico teísta, formado em direito, publicidade. Sei desenhar, tocar guitarra, bateria e tenho TDAH. O motivo do site é o mesmo da pagina, alertar as pessoas com mais detalhes e conteúdo sobre as informações camufladas pela televisão e mídia num modo geral. Explicando com mais detalhes os escândalos envolvendo vacina, remédio, alimentação, Projeto Blue Beam , Iluminati. e tudo que se encontra oculto em nossa sociedade.
    Comentário no Blogger
    Comentário no Facebook

0 comentários: